Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2006

Mais um anónimo.

"Parabéns pelo seu trabalho. Contudo a ausência de comentários no seu blog não é um refelxo do número de consultas, mas sim da "imposição" de identificação. Agora diga-me sr. Dr. nesta terra e com os temas pertinentes que aqui expõe, quem tem coragem de dar opinião/crítica construtiva e depois dar a cara? Bom trabalho. Posted by Anonymous | 23 Junho, 2006 18:33"

O silêncio que teça...

Se a paciência se comprasse, o DIRECTRIZ comprava e gastava uma parte a discutir os critérios editoriais/jornalísticos do Diário de Notícias, em especial no que respeita às recentes e inenarráveis notícias sobre o Colombo's Resort.
Como não está à venda, mais vale fazer de conta. O silêncio que teça os considerandos que bem entender sobre o noticiado!

A ilógica.

Afinal, o Tribunal Administrativo e Fiscal do Funchal - que a pedido do Sr. Presidente do Governo Regional da RAM será extinto por causar problemas - exara decisões com o qual o mesmo corrobora e assina por baixo. Aí... que seria da lógica se não fosse a ilógica?

Mais "light".

Num zapping, entremeado entre a mobilidade do jogador de futebolês, a novela de enredar e o "seriado", eis que dá-se de caras com uma qualquer coisa da imprensa na Televisão da Madeira. Num ramalhete onde prontificava o ex-Presidente do Conselho da Administração da AMRAM. E que se empenhava em tenebrosas distinções - tão grandes que os srs. jornalistas, ali virados comentadores, quase que iam para a escola aprender a dar noticias pela positiva (i. é, a não dá-las) - entre formalidades e má fé, pessoas de bem e pessoas que metem dinheiro ao bolso, o diabo do POCAL e as maternidades, a separação de poderes e os srs. políticos. Com tanta lucidez e intensidade, o diabo da televisão partiu-se, tão estafada ficou. Não é justo! Tinha de ser mais "light". Aqui fica, a seu pedido, o mais veemente protesto!

Copianço corrupto.

Engraçada a constatação, quiçá verdadeira, de que quem, imberbe ou adulto, copia - nos bancos da escola ou da Universidade ou na sua vida profissional! - é mais propenso à corrupção, como dá conta hoje o Portugal Diário.
A bem dizer, ou bem que bem cedo se não transige ou bem que não. E copiar é, goste-se ou não!, transigir ao facilitismo, à ignorância e ao mais puro dos comodismos.

Flop...

Portugal acabou de ganhar mais uma semana de ilusão e de total alienação. Nisso estão todos de parabéns.

Esquece muito a quem não sabe.

"No artº 12º do Decreto-Lei nº 108/2006, de 8 de Junho, que estabelece as bases do processo civil simplificado (e experimental...) e entrará em vigor em Outubro próximo, fica consagrada a possibilidade de as testemunhas poderem depor por escrito. As reacções a esta inovação que ouvimos até agora variam entre a estupefacção e a indignação - por todos, veja-se este post do "Patologia Social".
Pondo de lado o aspecto emocional, creio que quem se lembrou de consagrar esta nova forma de depoimento nunca andou pelos Tribunais e não conhece uma realidade comezinha: é nos Tribunais, justamente a prestar-se depoimento, que mais se mente, que mais se falta à verdade, apesar do juramento exigido à testemunha.
Na maioria das situações não é muito difícil apurar-se se a testemunha está ou não está a mentir: essa conclusão extrai-se da convicção com que depõe, das hesitações que demonstra, da sua postura corporal, da forma como olha os advogados e juízes, das entoações da sua voz. Com …

Chiu!

Imagem
Foto daqui.

Ajeite-se ao novoTriz de Alma.

Quando a máscara cai

Hoje na comunicação social, ontem através de mais um comentário anónimo: o titular do órgão Presidente do Governo Regional da Região Autónoma da Madeira quer a extinção do órgão de soberania Tribunal Administrativo e Fiscal do Funchal ou, como diz no DN, da “vara administrativa”.
Quando a máscara cai é assim: nem o pudor consegue tapar que o rei vai nú, deixando à mostra a indecência de alguns moles.
O problema não são as acções populares, os sabotadores, os muçulmanos ou os gangs. Esses já passaram á história, porque autênticas enfabulações.
O cerne é existir um Tribunal que exerce a sua jurisdição, no cumprimento do seu estatuto constitucional e legal, equidistante e independente. Este é o verdadeiro drama, ao qual a corte nunca esteve habituada. Porque em 30 anos raramente distinguiu política de administração (para o povo superior é tudo a mesma coisa) e, como patentemente se nota, raramente esta se subordinou à Lei e ao Estado de Direito.
Afirmar o que foi afirmado, para além de desca…

Anónima confirmação.

A propósito do anterior post "Anónimo Olá", uma anónima confirmação.

"Boa noite e já saiu em diário da república o "Regulamento e tabela geral de taxas e licenças do município do Funchal". - APÊNDICE N.o 51—II SÉRIE—N.o 107—2 de Junho de 2006. Chamo a atenção Tabela de taxas e licenças — Ano de 2006, CAPÍTULO I Serviços diversos e comuns Artigo 1. 8) Fornecimento de cópias ou outras reproduções de processos relativos a empreitadas e fornecimentos ou outros: a) Por cada colecção (valor fixo para organização processos e publicações) . . . . . . . . 500 b) Acresce por cada folha escrita, copiada, reproduzida ou fotocopiada: ... Bom fim de semana, falamos depois... Posted by Anonymous | 03 Junho, 2006 00:18"

Vd. a este propósito a 1ª página de hoje - 5-6-06 - do DN.