Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2006

Ensaio de aproximação à Inveja.

Porque a metafísica das coisas sempre explica o inexplicável e porque, de vez em quando, é necessário compreender o incompreensível, o DIRECTRIZ publica o “Ensaio de Aproximação à Inveja”.
Com autorização expressa do seu autor – a quem reconhecidamente se agradece -, que brilhantemente e em estilo inconfundível desmistifica os estranhos “mecanismos de defesa”. A ler e compreender, atentamente.

1. «A inveja é um mecanismo de defesa que pomos em actuação quando nos sentimos diminuídos no confronto com alguém, com aquilo que tem, com o que conseguiu fazer. É uma tentativa desajeitada de recuperar a confiança, a estima de nós próprios, minimizando o outro», escreveu FRANCESCO ALBERONI, no seu “Os Invejosos” (5ª ed., 2000, Bertrand Editora, tradução do original italiano “Gli Invidosi”, de 1991).
Olhemos, pois, a inveja. É este o exercício intelectual e opinativo que ora me proponho, seguindo os passos do livro do sociólogo italiano referido; um exercício não jurídico, para variar. E, para não…

Gestos de maturidade.

“Acções populares são gestos de maturidade de um povo”. Arq. João Rodeia, em conferência sobre o Património Arquitectónico, citado hoje pelo DN. Mais palavras para quê?

Xincalharia.

Absolutamente lamentável. A xincalharia pró-Carrilho de ontem à noite na RTP. Exemplo de um serviço público terceiro mundista, absolutamente degradante. Não está mau! Foi tão bom como o país que temos e este, não tenhamos a mais pequena dúvida, é o do pior terceiro mundismo que há.

De tacada.

“A equipa do Funchal Centrum, constituída por António Henriques, Norberto Henriques, Fernando Vieira e CarlosJorge Dantas, sagrou-se este fim-de-semana campeã regional do IX Torneio "Sport TV/Caixa Geral de Depósitos World Corporate Golf Challenge" - Campeonato do Mundo de Golfe para Empresas, ao vencer a prova que foi realizado no Campo de Golfe do Santo da Serra.
Com um total de 126 pontos, o Funchal Centrum superiorizou-se de forma evidente às restantes cinco empresas que disputaram a competição, tendo realizado uma prestação bastante regular ao longo ca competição. O Funchal Centrum é o actual Campeão Nacional do World Corporate Golf Challenge e irá representar Portugal na Final Mundial do evento, que se realiza de 30 de Maio a 1 de Junho no Saujana Golf de Kuala Lumpur, na Malásia, lutando pela conquista do título mundial com empresas de cerca de 25 países
No segundo lugar ficou o "Albatroz Beach & Yacht Club", que foi representado por Francisco Pereira da S…

Será?

Imagem
Novo sistema solar com três planetas. Na constelação de Puppis, a 41 anos-luz da Terra. E um dos planetas do sistema fica dentro da chamada zona habitável, onde a temperatura permite a existência de água no estado líquido. Talvez ali haja esperança!
Visão artística do sistema da estrela HD 69830, daqui.

A saloice.

O lento despertar para os processos cautelares no novo contencioso administrativo no continente e o acenar com pedidos de indemnização para os travar, de que hoje dá conta os jornais, é um verdadeiro deja vu.
O problema são as reacções, nunca o que as origina; é o colocar a nu ilegalidades, nunca estas em si mesmas; é o tornar patente e ostensivo que a administração pública, regra geral, prossegue na ilegalidade, nunca que está estritamente vinculada à legalidade.
É tudo uma questão de perspectiva ou de falta dela e que corresponde, no essencial, a pequenez e saloice nacional. Ou de propaganda e não de substância. E que, pelo que se nota, contamina todos sem excepção.

PS - Antes de se dizer barbaridades sobre pretensas indemnizações, talvez fosse conveniente ler-se, com olhos de ler, o disposto no artigo 126º do Código do Processo nos Tribunais Administrativos.

Maldita sina.

No meio de tanto sabotador à solta, da vaga muculmana - não é do norte de África mas do Afeganistão - a delapidar a riqueza e a "enconomia" do povo superior e com tantos gangs, locais e internacionais, a saquear, sem pejo, o fruto de laboriosos anos e sem que as autoridades cubanas impunham a Lei e a Ordem, só restam moinhos de vento. Que rodam ruidosamente em dias de tempestades. Mais fictícias do que reais, mas verdadeiras tormentas. Decididamente, o mundo está perigoso. Já nem sequer num pedaço de pedra perdido há paz. Maldita sina! Ops, virgem santíssima.

PS - O Sr. Presidente do Governo Regional não defende os empresários porque estes têm as suas associações para o fazer. Ponto final. Mentes preversas e ilusionistas as que pensam o contrário ou que pensam vê-lo e assistí-lo.

E agora?

Afinal, os do regime e os do povo superior também sabotam. Não sei como toleram e como se há-de explicar a, partir de agora, a "sabotagem"-mor.

PS - Já o desterro chamado Santana tem a sua primeira acção popular. Um dia, quando mais não seja no de São Nunca, deixará de o ser.

Planeamento Territorial

Imagem
Numa excelente e imperdível conferência sobre "Planeamento Territorial", da autoria da Profª. Maria da Glória Garcia da Universidade Clássica de Lisboa, duas sintomáticas notas:
1ª - estiveram presentes não mais do que 10 a 15 pessoas, com a sala cheia de cadeiras. Um juiz, um procurador, quatro ou cinco advogados e outros tantos advogados estagiários, presume-se. Brilhante! Mas é assim mesmo: os ignorantes julgam-se sempre donos da verdade, em especial da que não conhecem.
2ª - a conferência tinha hora marcada para acabar e foi ver, numa pontualidade britânica, o diligente sr. funcionário apressar, porque tinha a porta para fechar. A vergonha não chega a todos, em especial ao chefe do dito.

Nada para dizer.

Não há paciência nem vontade para escrever. Porque não há nada sobre que se escreva.
Nem sequer sobre a circunstância de no actual estado das coisas nem o sabão azul lavar a falta de memória. Como nenhuma perplexidade se ofecere manifestar sobre os repetidos passos de magia: "Cuba" já era: passou a extremosa Républica, a quem se apela; o Presidente da Républica, já não é o "Sr. Silva", mas o último recurso. A III Républica, demonizada, é, finalmente, a salvação!
Decididamente, não há nada para dizer.