Bem haja!

Na pasmaceira e veborreica campanha eleitoral, que o directriz felizmente não tem acompanhado, sobra uma única novidade e humorada diferença: o sr. candidato Manuel Bexiga, o seu barrete de orelhas, a foice ao ombro, as botas d'água, a sua indumentária, o seu timbre e os seus dizeres. Já o descapotável era dispensável: talvez, uma carroça puxada por umas vacas leiteiras.
O sr. candidato Manuel Bexiga é o protótipo do "desenvolvimento", da "autonomia" e da "cultura" do povo superior que nos últimos 30 anos finge governar e, por isso mesmo, são visíveis e incontornáveis os incómodos com a desnudada intervenção. Democrática, diga-se.
Muito gostaria de ver o sr. candidato Manuel Bexiga, na sua candura e simplicidade, a "arrotar" "vinhe seque", "espetada" e "bolo do caque" no palanque da inenarrável Assembleia e a salivar o micro dos srs. deputados, no meio dos "puros" e "imaculados" do regime e numa enojada tolerância. Seria divinal.
Por isso, se o sr. candidato o fosse verdadeiramente, teria já um voto. Não assim sucedendo, o sr. Manuel Bexiga que fique a saber que a abstenção do directriz vai direitinha para o seu bolso para, então, poder podar e mudar o seu jardim. Bem haja.

Comentários

Berdades disse…
Ah seus pestes!
Vamilhau, podar o jardim?
Este pelo menos ainda vai fazendo com que leve uns estalos "dei ventas", agora os outros nem para isso despertam atenção.
Vailha-me Deus Nosso Senhor ca pobreza franciscana

Mensagens populares deste blogue

anular-se

ame.

aceite-se.

raiar

na compaixão