Exemplos.

Conheci o Aliciante e a Praça da Republica. Não, minto! Já os conhecia…, não fosse o primeiro um ilustre da minha passadeira vermelha e o segundo um dos meus favoritos.
Melhor, e com mais propriedade, conheci os seus autores: a Madalena Palma e o João Espinho. E confirmei – se é que isso era necessário - por que razão são extraordinários. E porque são exemplos. Como realmente são.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

anular-se

ame.

aceite-se.

raiar

na compaixão