Onde andavas, ó água perdida?

Para que não haja dúvidas: o Tribunal Administrativo e Fiscal do Funchal julgou procedente o processo cautelar da "Água Perdida", agora quase achada, qual filha pródiga.
No dito processo pedia-se a suspensão da eficácia da operação material de corte do fonecimento de água potável e de lacre com arame do contador de água por parte do Município do Funchal. Na integra. E no folhetim "De Água Perdida".

.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

anular-se

ame.

aceite-se.

raiar

na compaixão